Polêmica…

Entrevistei há pouco o deputado federal e secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, que falou sobre a polêmica envolvendo a visita do aiatolá Mohsen Araki ao Brasil.

Confira!

Anúncios

Comunicação é tema do programa “Coronel Ricardo Entrevista”

Tive o prazer de participar do programa do Coronel Ricardo Jacob para falar sobre os vários aspectos que envolvem a Comunicação. Por uma hora, respondi sobre vários assuntos relativos a este apaixonante assunto.

Confira como foi em quatro vídeos logo abaixo…

PARTE 1:

PARTE 2:

PARTE 3:

PARTE 4:

Lindo exemplo de amor

Tive o grande prazer e a enorme emoção de conhecer a D. Ivone e o lindo trabalho que realiza junto a um grande número de animais abandonados por maus tratos. Fizemos uma entrevista com ela, contando a história, para que todos possam auxiliar efetivamente. Vamos, numa corrente, compartilhar e ajudar mesmo. Aí vai…

D. Ivone cuida de mais de 40 animais abandonados, a maioria por maus tratos. Conheça a história e dissemine a importância de não maltratar animais e não abandoná-los. Afinal, não são “bichinhos de pelúcia”! Eles têm sentimento, sofrem!!!

SEGURANÇA EM PAUTA. “Danon Entrevista” Comandante Cel. João Luiz de Campos 

Comandante do policiamento da região central de São Paulo, o T Cel. João Luiz de Campos passa dicas importantíssimas à população em uma hora e quarenta minutos no evento “Danon Entrevista”, no Centro Judaico Bait, em 18 de junho de 2012. O evento total está dividido em três vídeos. Confira!

AO FINAL DOS TRÊS VÍDEOS, HÁ UM OUTRO, DA REPORTAGEM REALIZADA PELO PROGRAMA SHALOM BRASIL..

ALÉM DELE, UMA BEM ELABORADA SÍNTESE, EM TEXTO, PELO AMIGO ROBERTO BLATT…

Palestra dividida em três vídeos… (ficaram faltando os últimos 10 minutos)

PROGRAMA SHALOM BRASIL

RESUMO MUITO BEM ELABORADO PELO AMIGO ROBERTO (ROBY) BLATT. CONFIRA!

Roberto Blatt

Resumo da excelente palestra:Palestra do Tenente-Coronel João Luiz de Campos, comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar, no BAIT, 18/06/12, das 21 às 22.30
• Smartphones
o iPhone é o grande objeto de desejo dos ladrões
o Colocar software de rastreamento nos smartphones tem ajudado pegar bandidos; por exemplo, foi assim que pegaram parte dos responsáveis pela onda de arrastões em condomínios
• No Carro/Estradas
o Falar ao celular e enquanto se dirige, além de ir contra o aspecto direção segura, dá margem a roubos; nos seis casos registrados de roubos de celular na Alameda Santos, os motoristas estavam dirigindo e falando no celular ao mesmo tempo.
o Nada de colar na traseira do veículo aqueles adesivos que mostram quantos membros sua família tem, que academia você frequenta ou que você faz parte do Clube Maserati
o Ao ser assaltado no trânsito, anunciar os gestos para acalmar o ladrão; colocar as mãos para o alto, anunciar que vai abaixar o vidro, que você tem o carro no seguro (implicando que você não tem por que reagir) e que está pegando a carteira e/ou que vai pegar filho no banco de trás (crianças são estorvo para o bandido, o caso do menino Hélio foi exceção)
Se você estiver lidando com um ladrão calmo, você pode pedir para ele deixar você retirar os documentos da carteira
o Cuidado com sacos de água com barro atirados na estrada
o Se furar o pneu na estrada, não parar; melhor percorrer uns dois km para fugir de eventual tentativa de assalto
o Reduzir a velocidade ao se aproximar do semáforo, para não ter que parar
o A maioria dos assaltos ocorre pelo lado esquerdo do veículo
o E tem gente que usa carro blindado, mas esquece de travar as portas
o Avaliar se é conveniente se ter a “carteira do ladrão” e o “celular do ladrão”
• Caminhando na rua
o Já deixe separado com antecedência o dinheiro da padaria, estacionamento etc.
o Caminhando, manter olhos nos olhos e nas mãos do suspeito.
o Fugir se perceber que está sendo seguido
o Se a mão dele está no bolso… Esta é a última hora possível para a reação (isto é, fuga).
o Normalmente os bandidos têm comparsa fazendo sua segurança. Eles podem ir se revezando ao longo do caminho.
o Gritar fogo não convence, porque fogo está associado a perigo dentro de uma edificação, não fora
o Gritar “socorro” ou um nome de pessoa associado a força é uma opção
o Se alcançado, não fuja
• Arrastões em restaurantes
o Em geral, os bandidos não revistam as pessoas no arrastão
o Restaurantes com visibilidade diminuída de fora para dentro tendem a ser mais seguros
o Restaurantes em ruas de mão única são piores, porque os bandidos têm que se preocupar apenas com um sentido de fluxo
• Condomínios
o Receber entrega de comida no apartamento não é recomendável; prefira receber na portaria, pois os bandidos que ficam sabendo que há uma exceção podem se aproveitar dela
o Se há condôminos quebrando regras como a de somente receber os serviços de delivery na portaria, instalar portas de segurança à prova de balas
o A gravação de imagens das câmaras de segurança deve ser remota
o Viagem de férias: fazer seguro predial, pois custa pouco.
o Viagem: luzes automáticas não convencem mais. Automação residencial, sim, pois permite criar cenários mais variados.
o Viagem: quem mora em casa, pedir para seu vizinho limpar o jardim.
o Contratação de domésticas: indagar sobre ela no bar perto da casa dela, por exemplo
• Impunidade/Leis
o Porte não é mais crime inafiançável e isto gera sensação de impunidade, que tem causado aumento na criminalidade.
o O “insulto” de Natal e do Dia das Mães: a lei quase obriga o juiz a dar o indulto, mesmo sabendo que vinte por cento dos criminosos não voltam para a cadeiahttp://www.santos.sp.gov.br/seguranca/downloads/manual_seg.pdf
http://www.fenabrave.org.br/noticias/748.htm:
Polícia Militar lança manual de auto proteção do cidadão


Entrevista com o presidente da Fadesp, Dr. Hermes Barbosa

Nesta entrevista, o presidente da Federação das Associações de Advogados do Estado de São Paulo (Fadesp), Dr. Hermes Barbosa, fala sobre as atividades realizadas em prol dos advogados e da advocacia em São Paulo e no Brasil. Confira!