Comunicação é tema do programa “Coronel Ricardo Entrevista”

Tive o prazer de participar do programa do Coronel Ricardo Jacob para falar sobre os vários aspectos que envolvem a Comunicação. Por uma hora, respondi sobre vários assuntos relativos a este apaixonante assunto.

Confira como foi em quatro vídeos logo abaixo…

PARTE 1:

PARTE 2:

PARTE 3:

PARTE 4:

Eleições 2012 – NOSSO AGRADECIMENTO

BS”D

Eleições 2012 – NOSSO AGRADECIMENTO

Conquistamos a 4ª  colocação (de 48) de nosso partido

Caro amigo, cara amiga, venho a público para agradecer, de forma efusiva, o apoio, a confiança, os dizeres e o grande número de mensagens e telefonemas tanto ao longo de todo o período eleitoral como logo após o término das eleições 2012, neste domingo, 7 de outubro.

Tive o grande mérito de participar de um pleito eleitoral bastante acirrado, numa cidade enorme como São Paulo, e ter aprendido muito. Muito mesmo. A cada debate, a cada palestra, a cada reunião, a cada ação, um enorme aprendizado e a certeza de que a bagagem ajudará na nossa jornada futura. De forma humilde, entendo que precisamos sempre aprender, constantemente nos aprimorar e é este caminho que, como jornalista inquieto e curioso que sou, desejo continuar a fazer.

Ser o quarto colocado de meu partido (PRP) entre os 48 candidatos que disputaram, de forma corajosa e guerreira, me motiva, como vários líderes e formadores de opinião me disseram no início, a dar continuidade. Agradeço, portanto, os dizeres para dar prosseguimento e o convite do partido para irmos em frente com projetos maiores.

Quando demos início a esta jornada (há apenas cinco meses), sabíamos que seria uma luta muito difícil e o objetivo principal realmente era plantar uma semente para o futuro. E eis que agora ela começa a germinar graças a: D´us; ao importante apoio e envolvimento da minha família; e a você, amigo, amiga, que apoiou,  confiou e segue confiando sempre em mim.

Muita, mas muita gente, nas semanas que antecederam a votação, entraram em contato para se desculpar por não votarem em mim por conta da alta rejeição que o nosso candidato a prefeito tinha. Realmente, foi algo muito forte e que influenciou meu resultado nas urnas. Inclusive, há várias manifestações neste sentido nas redes sociais.

Agradeço também às inúmeras declarações em relação à nossa postura – segundo os adjetivos direcionados ao nosso grupo em várias mensagens – guerreira, honesta, ética, limpa e transparente. Estas palavras, além de nos estimularem enormemente, nos fazem ter a certeza de que acima de qualquer ação está a nossa história, construída pedra por pedra, ação por ação, que deve ser sempre preservada e ampliada no sentido de tornarmos nossa convivência mais harmoniosa e nosso mundo melhor.

Felicidades aos eleitos e que D´us possa iluminá-los a fazer o melhor por nós e nossa cidade. Muito, muito sucesso!!!

Mais uma vez, nosso agradecimento mais profundo e efusivo!!! Esperamos contar com vocês num futuro próximo!!

Beijocas estaladas e forte abraço,

Alberto Maurício Danon

SEGURANÇA EM PAUTA. “Danon Entrevista” Comandante Cel. João Luiz de Campos 

Comandante do policiamento da região central de São Paulo, o T Cel. João Luiz de Campos passa dicas importantíssimas à população em uma hora e quarenta minutos no evento “Danon Entrevista”, no Centro Judaico Bait, em 18 de junho de 2012. O evento total está dividido em três vídeos. Confira!

AO FINAL DOS TRÊS VÍDEOS, HÁ UM OUTRO, DA REPORTAGEM REALIZADA PELO PROGRAMA SHALOM BRASIL..

ALÉM DELE, UMA BEM ELABORADA SÍNTESE, EM TEXTO, PELO AMIGO ROBERTO BLATT…

Palestra dividida em três vídeos… (ficaram faltando os últimos 10 minutos)

PROGRAMA SHALOM BRASIL

RESUMO MUITO BEM ELABORADO PELO AMIGO ROBERTO (ROBY) BLATT. CONFIRA!

Roberto Blatt

Resumo da excelente palestra:Palestra do Tenente-Coronel João Luiz de Campos, comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar, no BAIT, 18/06/12, das 21 às 22.30
• Smartphones
o iPhone é o grande objeto de desejo dos ladrões
o Colocar software de rastreamento nos smartphones tem ajudado pegar bandidos; por exemplo, foi assim que pegaram parte dos responsáveis pela onda de arrastões em condomínios
• No Carro/Estradas
o Falar ao celular e enquanto se dirige, além de ir contra o aspecto direção segura, dá margem a roubos; nos seis casos registrados de roubos de celular na Alameda Santos, os motoristas estavam dirigindo e falando no celular ao mesmo tempo.
o Nada de colar na traseira do veículo aqueles adesivos que mostram quantos membros sua família tem, que academia você frequenta ou que você faz parte do Clube Maserati
o Ao ser assaltado no trânsito, anunciar os gestos para acalmar o ladrão; colocar as mãos para o alto, anunciar que vai abaixar o vidro, que você tem o carro no seguro (implicando que você não tem por que reagir) e que está pegando a carteira e/ou que vai pegar filho no banco de trás (crianças são estorvo para o bandido, o caso do menino Hélio foi exceção)
Se você estiver lidando com um ladrão calmo, você pode pedir para ele deixar você retirar os documentos da carteira
o Cuidado com sacos de água com barro atirados na estrada
o Se furar o pneu na estrada, não parar; melhor percorrer uns dois km para fugir de eventual tentativa de assalto
o Reduzir a velocidade ao se aproximar do semáforo, para não ter que parar
o A maioria dos assaltos ocorre pelo lado esquerdo do veículo
o E tem gente que usa carro blindado, mas esquece de travar as portas
o Avaliar se é conveniente se ter a “carteira do ladrão” e o “celular do ladrão”
• Caminhando na rua
o Já deixe separado com antecedência o dinheiro da padaria, estacionamento etc.
o Caminhando, manter olhos nos olhos e nas mãos do suspeito.
o Fugir se perceber que está sendo seguido
o Se a mão dele está no bolso… Esta é a última hora possível para a reação (isto é, fuga).
o Normalmente os bandidos têm comparsa fazendo sua segurança. Eles podem ir se revezando ao longo do caminho.
o Gritar fogo não convence, porque fogo está associado a perigo dentro de uma edificação, não fora
o Gritar “socorro” ou um nome de pessoa associado a força é uma opção
o Se alcançado, não fuja
• Arrastões em restaurantes
o Em geral, os bandidos não revistam as pessoas no arrastão
o Restaurantes com visibilidade diminuída de fora para dentro tendem a ser mais seguros
o Restaurantes em ruas de mão única são piores, porque os bandidos têm que se preocupar apenas com um sentido de fluxo
• Condomínios
o Receber entrega de comida no apartamento não é recomendável; prefira receber na portaria, pois os bandidos que ficam sabendo que há uma exceção podem se aproveitar dela
o Se há condôminos quebrando regras como a de somente receber os serviços de delivery na portaria, instalar portas de segurança à prova de balas
o A gravação de imagens das câmaras de segurança deve ser remota
o Viagem de férias: fazer seguro predial, pois custa pouco.
o Viagem: luzes automáticas não convencem mais. Automação residencial, sim, pois permite criar cenários mais variados.
o Viagem: quem mora em casa, pedir para seu vizinho limpar o jardim.
o Contratação de domésticas: indagar sobre ela no bar perto da casa dela, por exemplo
• Impunidade/Leis
o Porte não é mais crime inafiançável e isto gera sensação de impunidade, que tem causado aumento na criminalidade.
o O “insulto” de Natal e do Dia das Mães: a lei quase obriga o juiz a dar o indulto, mesmo sabendo que vinte por cento dos criminosos não voltam para a cadeiahttp://www.santos.sp.gov.br/seguranca/downloads/manual_seg.pdf
http://www.fenabrave.org.br/noticias/748.htm:
Polícia Militar lança manual de auto proteção do cidadão


Projeto novo implantado pela ADCom Comunicação em cliente atrai imprensa…

Salão de Chá do Restaurante Gigetto no Programa Lehaim 

Matéria especial do programa de TV Lehaim, de Markus Elman (www.lehaim.etc.tv), sobre o Salão de Chá do Restaurante Gigetto, um dos mais tradicionais e conhecidos de São Paulo. O projeto é uma ação gastronômica-cultural, que teve início em abril de 2008, desenvolvida para resgatar tradições e proporcionar à cidade um ponto forte de cultura, arte e entretenimento, que ocorre todas as quartas-feiras, das 15h30 às 17h30, sempre com a participação especial de alguma personalidade ligada à área cultural. Já participaram: Laura Cardoso, Adriana Lessa, Vida Alves, Etty Fraser, Wanderléa, Ana Lúcia Torre, entre outros. Inúmeros veículos de comunicação cobriram e repercutiram a ação idealizada pela ADCom Comunicação Empresarial (www.adcompress.com.br).

O principal objetivo do Salão de Chá é oferecer um agradável espaço de celebração e prazer entre famílias e amigos, abrilhantado pelo glamour do mundo das artes. “São momentos de verdadeiro deleite ao corpo, à mente e à alma!” explica Ana Paula Lenci, administradora da casa e idealizadora do projeto.

José Serra no Programa do Jô fica atrapalhado com pergunta

A importância de se estar preparado para qualquer tipo de pergunta a qualquer momento. Em 2002, quando candidato a Presidência da República, José Serra é pego totalmente de surpresa ao ser questionado por mim sobre a nota que daria ao então presidente Fernando Henrique Cardoso. REPAREM NA EXPRESSÃO DE JÔ SOARES E DO ENTREVISTADO! No dia seguinte, foi manchete em inúmeros jornais de todo o Brasil!!

Mário Fleck é o terceiro entrevistado da série “Danon Entrevista”

Evento realizado pelo Centro Judaico Bait tem como foco o debate de ideias dos mais variados segmentos

“Danon Entrevista…” Mário Fleck

Com o objetivo de reunir tanto o público que frequenta como aquele que ainda não conhece a entidade, o Centro Judaico Bait, através da iniciativa de seus diretores Marcelo Finguerman e Cláudia Caon, convidou o jornalista Alberto M. Danon para um evento com formato de entrevista denominado “Danon Entrevista”.

A ideia é trazer assuntos de interesse das mais variadas áreas para debates de alto nível na entidade a cada três meses. A primeira entrevista foi com a psicóloga Léa Michaan e o tema foi “Como lidar com pessoas chatas”. Já na segunda edição, o entrevistado foi o presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana, Dr. Arthur Dzik, que falou sobre reprodução assistida.

A terceiro edição ocorreu na quinta-feira passada, 22 de setembro, sendo o entrevistado  Mário Fleck (foto acima). Presidente da Rio Bravo, gestora de recursos independente, especializada no mercado brasileiro,  Mário Fleck  foi, por quatro anos, diretor de renda variável e ajudou a criar o Rio Bravo Fundamental FIA, fundo de valor e ativismo, do qual continua sendo o gestor. Antes disso, trabalhou 28 anos na Accenture, sendo 14 como o presidente da empresa no Brasil. Formou-se em Engenharia Mecânica e Industrial pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. É membro do conselho de administração da Bematech e Eternit, foi conselheiro da Cremer, Nossa Caixa, Unipar,  Ferbasa e Direct Talk. É vice-presidente da Federação Israelita de São Paulo e da Câmara de Comércio Brasil-Israel. É membro do International Board do Instituto Chaim Weizmann de Ciências em Israel.

A entrevista, que teve como tema O mundo está mudando rapidamente. A economia e as finanças, idem. Venha saber TUDO a respeito e como isto afeta TODOS NÓS!”, atraiu um interessado público e abordou desde finanças pessoais, passando por qualificação de empresas, riscos, fundos de investimento até a situação econômica e financeira do mundo como um todo numa linguagem bastante acessível a todos.