Lula diz que não lê jornais, revistas e internet

Sob o argumento de sofrer com “problema de azia”, o presidente Lula revelou não acompanhar o noticiário em jornais, revistas, sites e blogs. A declaração foi dada em entrevista à revista Piauí.

“Faz mal ao fígado” acompanhar as notícias, disse ao lembrar que não é motivo de preocupação a forma como é retratado pelas diversas mídias. Lula afirmou confiar na “inteligência de quem assina uma revista ou um jornal, de quem vê televisão e escuta rádio”.

Lula disse se manter distante da mídia mesmo quando dispõe de tempo livre. “Recomendaria a qualquer presidente que se afaste dos políticos e da imprensa nos fins de semana”, afirmou.

O avanço tecnológico também foi citado pelo presidente, como forma de pluralidade de fontes de informação para os brasileiros. “Não tem mais apenas a informação de tal revista ou de tal jornal”, disse, citando a existência de inúmeros sites noticiosos na internet e “300 blogs com comentários diferentes”. “Isso democratiza a imprensa, aumenta a capacidade do cidadão em interpretar o que lê.”

Mesmo longe do acompanhamento frequente, Lula considera-se bem informado. “Um homem que conversa com o tanto de pessoas que eu converso por dia deve ter uns 30 jornais na cabeça todo santo dia”, explicou, acrescentando que é avisado pelo ministro Franklin Martins (Comunicação Social) ou por Clara Ant, sua assessora especial, “quando sai alguma coisa importante”.

Fontes: Adnews, com informações de “O Estado de S.Paulo”.

Anúncios