O chefão sem topete. João Dória assume lugar que era de Roberto Justus na Record…

Parabéns à Rede Record pela excelente escolha!!!

Fonte: Jornal da Tarde

 

João Doria Junior assume o reality que foi de
Roberto Justus. E diz que vai ensinar o público

Foram meses de especulação até a oficialização. Na sexta-feira, a Rede Record confirmou que o empresário, jornalista e apresentador João Doria Junior, de 51 anos, será o substituto de Roberto Justus no comando do reality show O Aprendiz. “É como a troca de presidentes de uma empresa. Temos estilos de administrar diferentes. Mas o compromisso com os resultados continuam”, diz Doria. O apresentador também protagonizará um feito pouco comum na TV brasileira: além da Record, ele continuará no ar na Band, com o programa Show Business. “Tivemos uma negociação longa e necessária, porque envolvia a minha continuidade na Band. Não é um tema fácil para as emissoras de TV abertas assimilarem. Mas eu as fiz enxergarem que é perfeitamente compatível. São públicos distintos, sem posturas conflitantes.”

A conciliação veio com o fato de, na Band, o apresentador ter contrato de pessoa jurídica e, na Record, de pessoa física. O salário do novo emprego não foi revelado, mas, nos bastidores, especula-se que seja o terceiro maior da televisão, atrás apenas de Gugu Liberato e Faustão.

O empresário promete imprimir ao programa justamente o perfil conciliador que convenceu duas emissoras a mantê-lo no ar. “Minha postura vai ser mais de orientador. Não quero apenas falar para os participantes, mas também ensinar o público.” Daniela Filomena, diretora de conteúdo da Doria Associados, empresa do jornalista, confirma o perfil paciente do chefe. “O João lidera a empresa pelo exemplo e não pelo medo. Ele vê os desafios e metas como coisas construtivas para o sucesso na carreira. Tem perfil de professor, de incentivador. Não é do tipo que bate na mesa.”

O prêmio em dinheiro do vencedor não foi revelado, mas já se sabe que o participante será contratado por uma das empresas de Doria. E como o empresário vai demitir os seus aprendizes – forma que tornou Justus tão popular? “Obviamente, já demiti pessoas da minha empresa. Mas na TV é diferente. Posso dizer que será de uma forma distinta de Justus. Agora, se eu serei mais duro e intenso, só quando o programa começar para saber.”

A produção do novo Aprendiz começa em setembro e as gravações, em janeiro de 2010. O reality volta à Record entre abril e maio. O contrato de Doria com a emissora é de dois anos.

Roberto Justus chegou a dizer que pretende montar no SBT um programa nos moldes de O Aprendiz. Como empresário, Doria diz não temer a concorrência. “Em qualquer atividade, a concorrência só favorece. Feita com lealdade e nas regras, ela só soma.”

Quanto aos possíveis patrocinadores do programa, Doria é incisivo. “Eu tenho absoluta convicção de que vou preencher todas as cotas de patrocínio. Sei porque é o mundo em que trafego. Vamos bater recorde de faturamento.”

Depois de virar empresário e apresentador, Justus decidiu se lançar como cantor. No caso de Doria, a opção está fora de cogitação. “Não tenho vocação nem pretendo ser músico. A música é para o Justus. Sempre estarei lá para aplaudi-lo e assisti-lo.”

Anúncios

Programa de TV discute televisão brasileira com participação deste blogueiro…

DSC03040 menor

Texto: produção do programa “Ver TV”:

Primeiro os telespectadores assistiram ao avanço da TV Record no terreno da Globo, a líder da audiência entre as emissoras brasileiras. A disputa foi direta, com programas semelhantes no mesmo horário e contratação de vários profissionais da emissora carioca. Agora a disputa é pela vice-liderança. SBT perdeu audiência em vários programas para a Record e reagiu tirando da emissora alguns profissionais. Foi uma resposta à contratação do animador de auditório Gugu Liberato, que comandou programas do SBT desde 1988. Os apresentadores e jornalistas foram atraídos por contratos milionários. É uma nova face da já antiga disputa pela audiência, característica da televisão comercial. O que o público ganha com isso e quais são as consequências dessas mudanças para o mercado televisivo brasileiro? Participam deste programa: Alberto Danon, diretor da empresa ADCom Comunicação Empresarial; Bia Abramo, professora de comunicação e colunista da folha de TV da Folha de São Paulo; e Rosualdo Rodrigues, editor de TV do Jornal Correio Braziliense.

Há possibilidade de se assistir ao programa de duas formas: ou através dos links imediatamente abaixo ou via YouTube, cujos endereços estão na sequência (abaixo)…

BLOCO 1: http://www.camara.gov.br/internet/TVcamara/default.asp?selecao=MAT&velocidade=100k&Materia=90285

BLOCO 2: http://www.camara.gov.br/internet/TVcamara/default.asp?selecao=MAT&velocidade=100k&Materia=90286

BLOCO 3: http://www.camara.gov.br/internet/TVcamara/default.asp?selecao=MAT&velocidade=100k&Materia=90287

http://www.youtube.com/watch?v=Yo7rl_xvdGA

http://www.youtube.com/watch?v=N5ZVfgWiJCA

http://www.youtube.com/watch?v=QhG96vRcwPY

http://www.youtube.com/watch?v=Z7q9Wi9kDbE

http://www.youtube.com/watch?v=sNKxVGHFPqg

http://www.youtube.com/watch?v=K20LWa6OvpM